Ações do Detran-MT possibilitam mais facilidade aos usuários

Redação (com informações da assessoria)

 

Ao longo de sete meses da atual gestão, diversas ações foram realizadas com o objetivo de modernizar e desburocratizar os serviços ofertados pelo Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT).

Uma delas é o serviço de Licenciamento Veicular Digital (CRLV Digital), que visa dar mais comodidade aos usuários. A versão eletrônica foi desenvolvida para utilização por meio de smartphones e está disponível junto à Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em apenas um aplicativo.

O documento eletrônico contém todas as informações do documento impresso e possui a mesma validade jurídica. Antes de baixar o documento digital, o proprietário do veículo precisa pagar licenciamento do ano de 2018. A versão eletrônica está disponível em Mato Grosso para um milhão de proprietários de veículos.

Ainda como processo de modernização dos serviços, o Detran está implantando o sistema de telemetria, um monitoramento das aulas práticas dos Centros de Formação de Condutores utilizando a validação biométrica e fotos do instrutor e candidato, além de GPS para constatar o percurso realizado.

“A telemetria é uma ferramenta de controle para o Detran e também de organização administrativa da autoescola, pois possibilita a inserção de todo o conteúdo pedagógico no sistema, acompanhamento das aulas ministradas e dos conteúdos programáticos”, explicou o diretor de Habilitação do Detran-MT, Alessandro Alencar de Andrade.

O Detran também desenvolveu, em parceria com a Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI), o sistema de prova teórica digital, na qual o cidadão pode ter acesso à prova teórica de formação para a primeira habilitação, reciclagem e atualização da CNH em formato digital.

Conforme o diretor de Habilitação do Detran, atualmente, vários municípios de Mato Grosso precisam aguardar até 60 dias para a aplicação da prova, que é realizada no formato impresso e aplicada por servidor que compõe a banca examinadora.

“Com a prova teórica digital, os candidatos e condutores poderão realizar as provas diariamente, uma vez que todas as unidades do Detran no interior do Estado possuirão as salas equipadas”, disse Alessandro.

O projeto piloto já está em funcionamento no shopping Estação, em Cuiabá, e deve ser expandido para todo Estado até dezembro deste ano.

Ainda no setor de habilitação, com a portaria 223/2019 o Detran iniciou o monitoramento do índice de aprovação dos candidatos para obtenção de CNH nas provas teórica e prática, com o intuito de oferecer acompanhamento pedagógico aos Centros de Formação de Condutores e aprimorar a qualidade de ensino aos candidatos.

Limpeza de pátios

Com as ações de reciclagem de 100% dos veículos que durante anos se acumularam nos pátios da autarquia, a sede do Detran agora conta com 51 novas vagas de estacionamento, em um espaço de 1.500 metros quadrados, aumentando de 260 para 311, um acréscimo de 20%, o número de vagas disponíveis aos usuários.

Já a limpeza do pátio de 7.500 mil metros quadrados proporcionou a criação de uma nova pista de teste para mudanças de categoria da habilitação C, D, E, que atualmente são realizados fora da sede do Detran. “Com a limpeza do pátio vamos melhorar a qualidade do serviço prestado à população”, disse o presidente da autarquia, Gustavo Vasconcelos.

O processo de reciclagem e limpeza de pátios das unidades do Detran em Mato Grosso começou em 28 de janeiro deste ano, como uma das ações prioritárias da gestão. Desde então, 8 mil veículos já foram reciclados em 33 dos 126 pátios da autarquia em todo Estado. A previsão é de que até o final do ano um total de 11 mil veículos sejam reciclados.

“O processo de reciclagem é prioridade da atual gestão, além de ser um antigo anseio da sociedade”, enfatizou o diretor de Veículos do Detran-MT, Augusto Cordeiro.

Uma ação que colabora para a limpeza dos pátios do Detran é a realização de leilões dos veículos. Somente nos primeiros sete meses a autarquia já realizou três leilões em diversos municípios do Estado, somando 2.550 veículos leiloados.

O quarto leilão já está em andamento com 877 veículos. A arrecadação total será de R$ 5,6 milhões. Em 2018 foi realizado apenas um leilão e 286 veículos foram leiloados.

Desde maio deste ano o Detran também assumiu o serviço de impressão e envelopamento das notificações de trânsito, o que vai gerar uma economia de cerca de R$ 1,5 milhões nos quatro anos de gestão.

Operações

Nos primeiros sete meses de gestão foram intensificadas as ações de fiscalização de trânsito com foco na segurança e regularização da frota em circulação.

Já foram mais de 100 operações integradas de fiscalização realizadas pelo Detran em parceria com a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) e o Batalhão de Polícia Militar de Trânsito Urbano e Rodoviário.

Além disso, o Detran também é parceiro na operação Lei Seca. Neste ano já aconteceram 26 edições em todo Estado, com foco na prevenção e repressão quanto ao uso de bebida alcoólica associada à direção.

“O fator de risco álcool e direção ainda é muito presente nas nossas operações, por isso precisamos intensificar cada dia mais as ações de fiscalização no trânsito para a segurança de todos os cidadãos”, disse o diretor Executivo do Detran-MT, José Eudes Santos Malhado.

 

 

 Foto por: Tchélo Figueiredo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *